Como Tratar a Parvovirose?

Como Tratar a Parvovirose?

 A parvovirose, entre as doenças caninas, está entre as mais difíceis de ser tratada, principalmente em filhotes.

Parvovirose

Esta doença acaba com a parte do intestino que faz a absorção dos nutrientes e líquidos, causando diarreia e deixando o animal extremamente debilitado devido a falta de nutrição. Como um dos principais sintomas da doença também são vômitos e perda de apetite, o tratamento efetivo da Parvovirose canina deve ser feito por um médico veterinário, pois necessita inicialmente de medicações injetáveis, uma vez que o animal não consegue se alimentar, além do suporte intravenoso de nutrientes através de soroterapia e outros tipos de alimentação parenteral.

A Parvovirose, também chamada de Enterite Canina Parvoviral, é uma virose que costuma acometer cães mais jovens, em fase de crescimento, podendo também acometer os adultos. Apresenta alta mortalidade entre animais debilitados e enfraquecidos por verminoses ou outras moléstias.

Nos cães a doença se estabelece principalmente no sistema digestivo, inicialmente provocando elevação térmica em torno de 41 graus Celsius. Nessa fase o cão apresenta letargia e falta de apetite acompanhadas de vômitos. Alguns animais apresentam tosse nessa fase. A disenteria acompanhada de sangue é um sintoma que aparece poucas horas após o início dos vômitos.


Sintomas:

A doença começa rapidamente e, sem o tratamento adequado, o animal pode sucumbir em poucos dias. O tratamento consiste basicamente em suporte adequado, como soroterapia, aplicação de alimentação por via parenteral e outros procedimentos. A utilização de imunoestimulantes é questionável, porém tem apresentado resultados satisfatórios. Antibióticos também devem ser utilizados como prevenção de infecções secundárias causadas por agentes de associação que agravam o quadro patológico, não tendo qualquer ação contra o vírus casual.

O animal doente deve ser isolado dos outros animais com o intuito de impedir a propagação da doença.


Prevenção:

Existem vacinas específicas para a prevenção da Parvovirose. Estas conferem ao animal uma ótima imunidade. A primeira dose é recomendada após o desmame com 45 dias de vida. O reforço deve ser feito anualmente para eliminar os riscos de contaminação pela doença.


Se seu pet apresenta estes sintomas, não hesite em nos procurar. Ligue imediatamente para nossa clínica e marque uma consulta:
31 3451-6374.